EMBODIED ORACLE
© Teresa Silva

Embodied Oracle é um projecto que explora o corpo enquanto oráculo, considerando-o como lugar de conhecimento e de revelação.

O oráculo é uma profecia ou uma entidade sábia, que é consultada para dar ao seu interlocutor pistas sobre o futuro. Em Embodied Oracle, o corpo é ao mesmo tempo o interlocutor, que faz as perguntas, e a entidade sábia, que escuta e lê as pistas. Neste projecto, no entanto, não há a tentativa de adivinhação do futuro ou de obtenção de respostas. Há sim a criação de hipóteses, no sentido de se multiplicarem possibilidades, perspectivas e escolhas.

Neste projecto fazemos uso do espaço teatral, como lugar de encontro e reunião de pessoas, para criar um laboratório sensorial.

Através de práticas de meditação, movimento e desenho e propondo processos de leitura e interpretação, coloca-se a atenção na percepção do corpo, na forma como cada um vê o mundo. Ao reflectir sobre esta visão particular do mundo, procuramos enfatizar o conhecimento profundo que o corpo carrega. Procura-se assim, trabalhar uma consciência holística, promovendo o auto-conhecimento e a possibilidade de transformação, a partir de uma experiência colectiva e relacional. Neste laboratório sensorial e ainda associado ao universo dos oráculos, desenvolve-se um baralho de cartas e respectivo jogo ou ritual. As cartas permitem a exploração das noções de notação e partitura, documentação e registo, assim como de narrativa e dramaturgia.

Embodied Oracle é um convite a uma experiência duracional, participativa e lúdica através de um evento performativo.

 

“Embodied Oracle” is a project that explores the body as an oracle, as a place of knowledge and revelation.

The oracle is a prophecy or a wised entity, which is consulted to give to its interlocutor clues about the future. In this project, the body is at the same time the interlocutor, who asks the questions, and the wised entity who listens and reads the clues. In this project, however, there is no attempt to guess the future or to obtain answers. There is rather the creation of hypotheses, in the sense of multiplying possibilities, perspectives and choices.

“Embodied Oracle” makes use of the theatrical space, as a place to encounter and gather people, creating a sensorial laboratory.

Through practices of meditation, movement and drawing, and proposing readings and interpretations, it gives attention to the body’s perception and to the way oneself sees the world. It aims to emphasize the deep knowledge that the body contains. It seeks to work a holistic consciousness, promoting self-knowledge and the possibility of transformation through a collective and relational experience. In this sensorial laboratory and also related to the oracle, it is developed a deck of cards and the respective game or ritual. The cards allow to explore notions of notation, score and documentation, as well as narrative and dramaturgy.

Embodied Oracle is an invitation to a durational, participatory and playful experience through a performative event.

Estreia (Premiere): 7 e 8 de Março de 2020 (7th and 8th of March 2020)

Direcção e Criação (Direction and Creation) Sara Anjo e Teresa Silva

Assistência à criação (Creation Assistance) Jean-Baptiste Veyret-Logerias

Desenho de Luz (Light Design) Artur Pispalhas e Filipe Pereira

Desenho de Som (Sound Design) Artur Pispalhas

Espaço Cenográfico (Set Design) Filipe Pereira 

Pesquisa e confecção de comida (Food research and cooking) Ana Silva

Co-produção (Co-production) Teatro do Bairro Alto e Festival Cumplicidade

Apoio à residência (Residency Support) Espaço do Tempo, Estúdios Vítor Cordon (a confirmar), Pólo das Gaivotas, Rumo do Fumo

© Sara Anjo 2018